target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Sem deixar rastros - Harlan Coben

>>  quarta-feira, 2 de janeiro de 2013


COBEN, Harlan. Sem deixar rastros. Rio de Janeiro: Editora Arqueiro, 2012. 272p. (Myron Bolitar, v.3). Título original: Fade away.

“Myron teve náuseas. Vira sangue várias vezes na vida, mas ainda não tinha se acostumado. O que não era o caso de Win, que parecia estar se divertindo ao se aproximar de uma das manchas vermelhas. Ele se inclinou para ver melhor. Depois se reergueu e disse:
-Vejamos as coisas pelo lado bom: é possível que sua vaga nos Dragons se torne permanente.” p.30

Myron Bolitar e Windson Horne Lockwood III protagonizam a série de suspense/romance mais divertida do estilo. Myron tem um jeito meio bobalhão e Win parece um serial killer fantasiado de bom moço. O primeiro sempre faz besteiras e entra nas maiores enrascadas  sem pensar nas consequências, o segundo sempre está lá para salvá-lo. Este é o terceiro volume da série Myron Bolitar em Sem deixar rastros do Harlan Coben.

Não contém spoilers dos livros anteriores, se você ainda não leu pode conferir a resenha de Jogada mortal e Quebra de confiança.

Para quem não conhece o famoso Myron, ele tinha tudo para ser um jogador de basquete famoso, mas uma lesão no joelho o tirou para sempre da profissão antes mesmo de começar. Então ele foi estudar direito em Harward onde conheceu seu hoje melhor amigo Win. Depois de formados os dois trabalharam como consultores para o FBI por um tempo. Quando esta série começa Myron abriu uma agência esportiva onde agência atletas de esportes diversos. No tempo vago ele também acaba trabalhando como detetive. Junto com ele estão sempre Win e Esperanza, seu braço direito.

Myron está envolvido com os atletas de sua agência quando recebe um estranho convite, uma reunião com o diretor dos Dragons de Nova Jersey – famoso time de basquete. Um dos grandes times, um em que Myron poderia estar jogando se não fosse o acidente que destruiu seu joelho. Na reunião ele fica sabendo que Greg Downing – jogador de sucesso e adversário de Myron na época da faculdade – desapareceu “sem deixar rastros” pouco antes da final do campeonato. Eles desejam que Myron o encontre discretamente.

E para tanto Myron trabalhará infiltrado entre os jogadores, para fazer amizades e não levantar suspeitas. Parecia só mais uma fuga inconsequente, mas os casos começam a ganhar novos ares quando a investigação avança. E como sempre, começa a ficar perigoso.

Ele precisa resolver um crime. Ele precisa achar um homem desaparecido. Ele não sabe se quer encontrá-lo. Está no meio da NBA, cercado pelo glamour que poderia ter feito parte de sua vida. E seu passado volta para assombrá-lo, algumas dessas descobertas podem destruir seu espírito.

~~~~~

Myron é um bobalhão, um homem que já passou dos 30 anos, ainda mora com os pais e bebe achocolatado como se fosse um drink O.O. Suas piadas sarcásticas são bobas, seu humor é pastelão e sua personalidade é bem de menininho. Myron não gosta de ver sangue, chora atoa e tem medo de desmaiar ou vomitar quando vê uma cena mais forte. Seu estereótipo não condiz com um herói de livros policiais, pelo contrário. E este é seu charme, o melhor ainda é Win, o melhor amigo misterioso que está disposto a sujar as mãos, na verdade ele parece adorar matar alguns bandidos.

Mas o ponto alto da série também pode ser seu calcanhar de Aquiles, o jeito pastelão de Myron e suas piadinhas em excesso são extremamente irritantes e, as vezes, me dão preguiça. Este livro foi um destes casos, acho que quando a série avança e ele continua bobão como sempre vou perdendo a paciência.

No mais eu gostei da trama deste volume, o melhor é que ela revela muito sobre o passado de Myron e descobrimos um grande segredo – que com certeza irá influenciá-lo nos próximos livros. Ele continua namorando Jéssica, que nunca me conquistou, e estou curiosa para saber o futuro do casal. 

A trama é muito legal, cheia de confusão e reviravoltas e bem amarrada como sempre. A outra coisa que não gostei é que o autor tem aquela coisa meio Agatha Christie, de achar a pessoa mais improvável para ser o bandido, e tem hora que não me convence. Neste livro achei meio furado, quem me leu me conte se gostou.

Indico a série para quem gosta de policias mais leves, ágeis e com um toque de humor. Leiam!

Série Myron Bolitar de Harlan Coben
  1. Quebra de confiança (Deal breaker)
  2. Jogada mortal (Drop shot)
  3. Sem deixar rastros (Fade away)
  4. O preço da vitória (Back spin)
  5. Um passo em falso (One false move)
  6. Detalhe final (The final detail)
  7. Darkest fear
  8. A promessa (Promise me) lançando pela ARX
  9. Quando ela se foi (Long lost)
  10. Alta tensão (Live wire)
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO