target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Caçada às cegas - Lee Child

>>  terça-feira, 28 de julho de 2015

CHILD, Lee. Caçada às cegas. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2015. 476p. (Jack Reacher, v.4). Título original: Running Blind.

“- Mas você é meio arrogante, sabe? – disse ela. Promotor, juiz, jurados, executor, tudo em um? E quanto às regras?
Ele sorriu.
- Essas são as regras – respondeu. – Quando alguém mexe comigo, descobre isso bem rapidinho.” p. 319

Depois de quase três anos de espera, finalmente mais um livro do Jack Reacher no Brasil, #todoscomemoram. Ele é o CARA! Alto, forte, musculoso, penetrante olhos azuis e língua afiada. Reacher não leva desaforo para casa, não hesita em defender o que acredita, não importa o tamanho do desafio. E o desafio não podia ser maior no quarto volume da série, Caçada às cegas do Lee Child.

Essa resenha pode conter spoilers dos volumes anteriores da série, somente sobre a vida pessoal do protagonista. Confira as resenhas anteriores.

Jack Reacher, 39 anos, ex-integrante da policia do exército, atualmente sem ocupação. Ele deixou de ser um cara sem destino, herdou uma casa de um velho amigo e se envolveu com a filha dele, Jodie Garber. Porém, pouco tempo depois ele já está inquieto, cansado de cuidar dos inúmeros problemas da casa, enquanto Jodie batalha para conseguir a sociedade em um grande escritório de advocacia.

Sua vidinha pacata, logo é interrompida por uma batida do FBI. Reacher é considerado suspeito do assassinato de duas mulheres que eram do exercito, um provável serial killer. A sargento Amy Callan e a tenente Caroline Cook são encontradas mortas em suas próprias casas, dentro de uma banheira cheia com a tinta verde do exército. O assassino não deixa pistas, os legistas não conseguiram determinar nem a causa da morte. Nenhum ferimento, elas não morreram afogadas, os exames toxicológicos não acusaram nada.

Reacher conheceu as duas mulheres, sabia que elas tinham pedido baixa após sofrerem assédio sexual. Ele se encaixa no perfil, acaba preso. O assassino é muito inteligente, frio, calculista. Um militar com contas para acertar. Um solitário. Alguém igual a Jack Reacher.

~~~~~~

Essa série só melhora, esse livro é repleto de ação e emoção, é daqueles que o leitor começa e não quer largar antes de terminar. Como thriller é perfeito, Jack é garantia de muita ação, muita torcida, corações ora apertados, ora ligados na adrenalina do livro. A Editora Bertrand demora muito para lançar as continuações no Brasil, não me conformo com isso, e é uma das minhas séries policiais favoritas e os livros são excelentes.

Esse volume tem um assassino misterioso, um serial killer que age de forma inexplicável e deixa o FBI perdido na investigação. E temos Reacher fazendo o que ele faz sempre: ligando o foda-se e fazendo o que quer. Enganando o FBI bem debaixo dos olhos deles, uma delícia de se ler hehe.

Sei que sou chata e exigente, mas não consegui engolir a metodologia do crime, tirei 0,5 pontos por causa disso; por achar a explicação inacreditável. E tirei só isso porque amei a leitura mesmo assim hehe. Formulei teorias, pensei em hipóteses, listei suspeitos... Odiei metade do FBI, torci por Jodie e Jack, apesar das circunstancias. Fui enganada, não acertei nada, passei nem perto hehe. Adoro quando isso acontece, adoro até mais do que me achar muito esperta e matar as charadas rsrs.

"- Sei como ele as mata - respondeu Stavely. - Só que tem um problema.
- Que problema? - perguntou Blake.
- É impossível." p.298 (EU DISSE!!hehe)

Normalmente estamos acostumados a ver com interesse as técnicas para analise de perfil do FBI, a maneira como eles determinam que tipo de assassino cometeria determinados crimes, os profiles tão a cara de “Criminal Minds”. Reacher coloca todas as teorias por terra, critica tudo, acha tudo uma baboseira sem fim, principalmente quando sabe que o perfil aponta para ele. Os personagens secundários são interessantes, agentes do FBI, vítimas, todos muito bem construídos. O assassino então, sambou na cara dos leitores... pelo menos na minha :-P.

Muito amor por essa série, sou muito fã e queria ter todos os livros em casa, espero que o próximo não demore tanto. Muita gente conhece pelo filme O último tiro que lamentavelmente foi baseado no nono livro da série, e ainda protagonizado pelo Tom Cruise, tristeza sem fim hehe. Obviamente não assisti, mas os livros indico sem dó, leiam!

Adicione ao seu Skoob!

Série Jacy Reacher do Lee Child
  1. Dinheiro Sujo (Killing Floor)
  2. Destino: Inferno ( Die Trying)
  3. Alerta final (Tripwire)
  4. Caçada às cegas (Running Blind)
  5. Miragem em chamas (Echo Burning)
  6. Without Fail (os demais não lançados no Brasil)
  7. Persuader
  8. The Enemy
  9. Um tiro (One Shot) - Foi lançado fora da ordem
  10. The hard Way
  11. Bad Luck and Trouble
  12. Nothing to Lose
  13. Gone Tomorrow
  14. 61 hours
  15. Worth dying
  16. The affair
  17. A wanted man.
  18. Never go back
  19. Personal
  20. Make Me
  21. Night School.
Avaliação (1 a 5): 4,5

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO