target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Becky Bloom ao resgate - Sophie Kinsella

>>  sexta-feira, 9 de dezembro de 2016


KINSELLA, Sophie. Becky Bloom ao resgate. Rio de Janeiro: Editora Record,2016. 400p. (Becky Bloom, v.8). Título original: Shopaholic to the rescue.

“-Tudo bem – diz Luke, com calma. – Nada de pânico.
Nada de pânico? Luke está dizendo ‘nada de pânico’? Não. Nãããooo. Está tudo errado. Meu marido nunca diz ‘nada de pânico’. Se está dizendo ‘nada de pânico’, então, na verdade, quer dizer: ‘Você tem todos os motivos para entrar em pânico”.
Meu Deus, agora eu estou em pânico.
As luzes estão piscando e a sirene da polícia ainda está ligada.” p. 13

E assim começa o, até então, último livro da minha série de chick-lit favorita de todos os tempos. Eu li com um gostinho já de saudade, aproveitando cada página. Becky Bloom dispensa apresentações e elogios, porque cada volume é pura diversão. O oitavo volume da série tem uma Becky mais madura, tentando salvar o dia em plena Las Vegas. Confira o que achei de Becky Bloom ao resgate da Sophie Kinsella.

Os títulos da série já são meio que spoilers, então a resenha não tem spoilers rs. Mas, se não leu os livros anteriores, confira as resenhas AQUI.

Becky Bloom partiu em missão de resgate. Depois de todas as surpresas e confusões de Hollywood, ela acredita que precisa salvar o pai e Tarquin de um golpista. E tem esperança de recuperar sua melhor amiga, Suze, que caiu nas graças da vaca pernalta, a Alice. E para planejar a missão, Becky decide que todos precisão ficar juntos, então eles alugam um trailer e partem em uma road trip rumo a Las Vegas. Ela, Luke, a filhinha dos dois Minnie, Suze, Alice, a mãe de Becky Jane e a amiga dela Janice, todos desesperados para encontrar o pai de Becky. Tudo isso porque ele sumiu e deixou para trás apenas um bilhete dizendo que precisava consertar uma coisa e reparar uma injustiça.

Becky acredita que tudo é culpa de suas ações egoístas em Hollywood. O sumiço do pai, o problema de Tarquin com Bryce – que provavelmente quer roubar todo seu dinheiro - e sua relação com Suze. E, pela primeira vez, Becky não sente vontade de comprar nada, ela acredita que não merece.  Suze e Jane estão desesperadas, e cabe a Becky elaborar os planos mais malucos para conseguir informações.

Ela elabora um plano ousado, algo que envolve “Onze pessoas e um segredo”. Resta a saber se isso será suficiente para salvar sua família e seus amigos.

~~~~~~~

Será que a série chegou mesmo ao fim? Ao que tudo indica sim. Esse livro foi lançado nos EUA em 2015 e depois dele não saiu mais nada. Espero que não seja isso, ou que a Kinsella mude de ideia. Não que tenha algum problema com o final desse, pelo contrário, mas porque Becky já faz parte da minha vida e vou sentir saudade dela como de uma velha amiga que perdi o contato.

Em Becky Bloom ao resgate encontramos uma Becky bem diferente dos livros anteriores. Mais madura, fazendo de tudo para ajudar a família e os amigos e, aparentemente, livre do seu vício em compras para sempre. Tanto que, apesar das loucuras dos planos que eles elaboram para achar o pai de Becky, o livro parece mais um romance adulto do que um chick-lit. Não ri horrores, mas li com um sorriso no rosto o tempo todo. Becky e Luke são perfeitos juntos, os pais dela são ótimos e Minnie é uma fofura. Só achei que no final poderia ter tido algo que Becky queria muito, acho que por isso mesmo ainda quero mais livros rs.

Achei que Becky surtaria em Vegas, com todos os cassinos e prêmios. Mas ela me surpreendeu com a forma como pensa, adorei a forma como ela agiu. E ri muito da reação do Luke. Suze estava uma mala quase o livro todo, junto com a chata da Alice e ignorando Becky. Morri de dó e de raiva delas, queria por a Becky em um potinho e proteger.

Acompanho as aventuras da Becky já por vários anos. Se terminar assim está ótimo, o final foi fofo. Se tiver mais, melhor ainda, porque nunca irei enjoar da personagem. Um dia quero reler todos, que delicia de livros. Para quem gosta de um bom chick-lit, Becky é leitura obrigatória. Leiam!

Adicione ao seu Skoob!

Série Becky Bloom de Sophie Kinsella
  1. Os delírios de consumo de Becky Bloom (Confessions of a Shopaholic)
  2. Becky Bloom: Delírios de consumo na 5ª avenida(Shopaholic Takes Manhattan)
  3. As listas de casamento de Becky Bloom (Shopaholic Ties the Knot)
  4. A irmã de Becky Bloom (Shopaholic and Sister)
  5. O chá de bebê de Becky Bloom (Shopaholic & Baby)
  6. Mini Becky Bloom: Tal mãe Tal filha (Mini Shopaholic)
  7. Becky Bloom em Hollywood (Shopaholic to the Stars)
  8. Becky Bloom ao resgate (Shopaholic to the Rescue).

Avaliação (1 a 5): 4.5

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO