target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

Dublê de corpo - Tess Gerritsen

>>  sexta-feira, 9 de novembro de 2012

GERRITSEN, Tess. Dublê de corpo. 4 ed. Rio de Janeiro: Editora Record, 2012. 416p. (Rizzoli & Isles, v.4). Título original: Body Double.

“Ela entrou pelo portão. Não tinham certeza, mas havia algo de errado ali, algo que estava fazendo suas mãos tremerem, as mesmas mãos que foram marcadas pela lâmina de Warren Hoyt. Um monstro deixa marcas na sua pele, nos seus instintos. Para sempre você será capaz de sentir quando um outro está por perto.” p.358

Eu estou completamente viciada nos livros da Tess Gerritsen, e como este é um bom vício, convido a todos vocês para compartilhá-lo comigo. É a melhor série policial que tenho acompanhado – tá, depois da série Millennium, mas elas são totalmente diferentes – e cada livro vem me surpreendendo muito, as tramas mudam e tudo fica cada vez melhor. Hoje vou falar do quarto volume da série Rizzoli&Isles: Dublê de corpo.

Os livros da Tess mudam bastante dentro da série, tanto que quase todo mundo que resenha fala que podem ser lidos em qualquer ordem, eu nunca digo isso, sempre gosto de ler tudo certinho. Esta resenha não contém grandes spoilers dos livros anteriores, mas a vida das duas protagonistas muda muito a partir deste volume e não tem como omitir isto na resenha, então digamos que ela contém pequenos spoilers dos livros anteriores apenas na parte dos comentários.

A Dra. Maura Isles acreditava que nada relacionado a morte poderia chocá-la, como patologista convive com ela diariamente, já realizou mais autopsias do que se pode imaginar e já viu de tudo. Quase tudo. E ela nunca ficou tão assustada. E perdida. Ela nunca esteve diante da própria mortalidade.

Voltando do aeroporto depois de mais um congresso de patologia, com o voo atrasado e a mala extraviada, ela vê uma grande confusão em sua rua, muitos carros de polícia, ambulâncias e muitos observadores. Ela não tem dúvida de que algo ruim aconteceu, já fica imaginando se algum dos seus vizinhos foi assassinado. Quando se aproxima as pessoas a olham assustadas, algo aconteceu em sua casa. Uma mulher foi brutalmente assassinada. E o pior, a mulher é idêntica a ela. Tanto que o padre Brophy e Jane Rizzoli já a davam como morta.

A mulher parece uma sósia da Dra. Isles, e ela não tem como negar as semelhanças. Filha adotiva, ela nunca soube das suas origens e depois da morte dos pais pensou estar sozinha no mundo. As duas mulheres compartilhavam a mesma data de nascimento, o mesmo tipo sanguíneo, e o DNA confirma, a morta era sua irmã gêmea.

Esta descoberta coloca Maura diante de seu passado, um passado repleto de segredos desagradáveis. Ela segue as pistas da irmã, que parecia saber de sua existência e ter ido procurá-la, a busca a leva para uma pequena cidade no Estado do Maine, onde outro crime é descoberto. Juntas, ela e Rizzoli seguem novas pistas e descobrem que existe um perigoso assassino a solta.

Este assassino nos apresenta Mattie Curvis, uma mulher casada que de repente se vê vivendo seu pior pesadelo, presa e nas mãos de um monstro. Conseguirão Rizzoli e Isles desvendar o mistério a tempo de salvá-la? ^^

Tentando desvendar seu passado, Maura vai atrás da mãe que nunca conheceu... uma mulher fria e cheia de mistérios, que esconde-se atrás de uma fachada e pode ser muito mais perigosa do que aparenta. Maura quer respostas, mas a verdade pode ser dura demais para aguentar.

~~~~~

Ai Tess, assim você me mata! Este livro é de tirar o fôlego, um dos melhores da série até agora. Maura está sozinha depois da grande decepção do livro anterior, e agora de frente para a morte ela começa a repensar suas escolhas, sua vida vazia e solitária. Diante disso dois homens mexem com os seus sentimentos, um deles o seu amigo e padre, o outro, o policial Ballard, que conhecia sua irmã gêmea. Este é mais um livro narrado pela Dra. Isles, e ela é mais suscetível a dor do que a durona Rizzoli. Já Jane está super grávida e feliz com seu marido, mesmo com o agente Dean sempre longe nas missões do FBI. Neste livro sua família chata não aparece, senti falta disso, apesar que eles melhoraram bastante no final do livro anterior rs.

E temos novamente um serial killer misterioso e sinistro, a escolha de suas vítimas nos coloca também sob a narrativa de uma nova personagem. Mattie Purvis entra na trama quando é sequestrada pelo assassino, e observamos seu desespero e torcemos muito com ela. Outro personagem que está de volta é a sádica psiquiatra Dra. O’Donnell, a mulher está cada dia mais assustadora.

Tess brinca sempre com seus coadjuvantes, vários deles aparecem rapidamente em um livro e depois vão ganhando destaque no decorrer das tramas, o Padre Brophy também é um exemplo disso. Além disso ela deixa algumas “pontas soltas” no que se refere aos assassinos, que sempre podem voltar e isso me mata de medo rs. O assassino sádico – protagonista de O cirurgião e o Dominador – está sempre sendo citado, neste livro também aparece outro personagem do mau que aposto que vai voltar em algum livro no futuro.

Bom, eu venho lendo esta série na sequencia e a cada livro me envolvo mais com os desdobramentos. Neste quando você pensa que descobriu alguma coisa a autora vem e mostra quem é que manda nesta historia. Sem dúvidas eu indico, leiam! Ah... e leiam na ordem ta? Hehe.

Série Rizzoli&Isles
  1. O cirurgião (The surgeon)
  2. O dominador (The apprentice)
  3. O pecador (The sinner)
  4. Dublê de corpo (Body Double)
  5. Desaparecidas (Vanish)
  6. O Clube Mefisto (The Mephisto Club)
  7. Relíquias (The keepsake)
  8. Gélido (Ice cold)
  9. A garota silenciosa (The silent girl)
  10. A última vítima (Last to die)
  11. O predador (Die again).
Avaliação (1 a 5):

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO