target="_blank">Some alt text
Promoções
target="_blank">Some alt text
Viaje com as séries
target="_blank">some alt text
Viaje comigo
target="_blank">some alt text
Ofertas Submarino
target="_blank">Some alt text
Os melhores do ano
target="_blank">Some alt text
Viajando no mundo das cores

A garota silenciosa - Tess Gerritsen

>>  quarta-feira, 23 de abril de 2014

GERRITSEN, Tess. A garota silenciosa. Rio de Janeiro: Editora Record, 2014. 368p. (Rizzoli & Isles, v.9). Título original: The silent girl.

“Jane não gostava de coincidências. No complexo tecido da vida, elas aconteciam, era natural, mas Jane sempre se sentira compelida a examinar o que fazia os fios se entremearem, se era de fato o acaso ou um desígnio superior em ação, uma padrão que só podia ser percebido quando se rastreavam os fios até sua origem. E, assim, sentada a sua mesa, tentava fazer exatamente isso: rastrear cinco fios disparatados que haviam se cruzado num restaurante de Chinatown, 19 anos antes.” p.77

Eu me sinto uma daquelas fãs babonas e repetitivas quando começo a falar da série policial Rizzoli & Isles, mas não consigo me segurar. A série é a minha policial favorita, a autora é excepcional e eu mal tenho palavras para descrever cada um dos livros. Mas eu tento ^^, e hoje vou contar para vocês o que achei do nono volume da série com A garota silenciosa da Tess Gerritsen.

Boston já se provou ser uma cidade violenta, no verão escaldante ou no inverno congelante a Detetive Jane Rizzoli e a médica legista Maura Isles enfrentaram desafios profissionais e pessoais. Desta vez, o cenário é a misteriosa Chinatown. Um lugar repleto de cultura, passeios turísticos e lendas urbanas, segredos que são passados de geração a geração. Os mistérios chineses são lendários e os segredos levados a sério. E em uma noite qualquer, um grupo de turistas encontram algo inesperado em uma das regiões mais sombrias do bairro, uma mão decepada e jogada em um beco.

A resenha contém spoilers para quem não leu os livros anteriores, somente sobre a vida pessoal das protagonistas.

A detetive Jane Rizzoli e seu parceiro Barry Frost chegam a cena do crime e logo encontram o restante do corpo de uma mulher. A morta não identificada usava roupas pretas e parecia uma espécie da matadora profissional. Junto ao corpo são encontrados dois pelos não identificados. A patologista Maura Isles enfrenta alguns desafios pessoais depois de depor contra um policial, todo o corpo policial de Boston parece odiá-la; além disso ela está prestes a receber a visita de Rato, o garoto que salvou sua via há pouco tempo atrás.

Com poucas pistas sobre o crime, os investigadores precisam conhecer a fundo a cultura do bairro chinês.  O que chama atenção é uma antiga maldição local, uma das muitas fábulas chinesas contada em histórias para crianças,  e um antigo crime, de conhecimento de todos da região. Poderia o caso delas estar relacionado com um massacre ocorrido há 19 anos atrás? Naquela época uma criança desapareceu, isso teria alguma relação com os crimes? Perdida, Jane precisa lidar com uma criatura que espreita nas sombras, algo capaz de matar em busca de justiça, colocando em cheque tudo o que a policial acredita.

~~~~~~~

A autora é incrivelmente dinâmica, suas tramas são diferentes, inovadoras e não seguem uma fórmula padrão entre os vários volumes da série. Todos eles têm um diferencial, trazem uma surpresa que muda totalmente o enredo. Neste volume temos de volta Jane como narradora principal, mas temos ainda a narrativa de uma nova personagem, que está o tempo todo envolvida com o que está acontecendo, mas permanece à margem da investigação. Por outro lado, Maura tem menos destaque e aparece menos do que eu gostaria.

Todos os livros estão ligados e eu sempre bato na mesma tecla, não leiam a série fora de ordem, não é a mesma coisa e faz muita diferença. Este livro tem mais relação com os enredos de O cirurgião + O dominador e com o livro anterior, Gélido.  

No enredo nota-se também uma caráter mais pessoal, a autora tem origens orientais e se inspirou nas histórias que ouvia da mãe quando era criança, baseada nas fábulas chinesas. Além das lendas e armas antigas, a autora fala sobre artes marciais, as tradições chinesas e muito sobre a cultura do bairro Chinatown em Boston.

A investigação tem mais destaque neste volume e vemos pouco da vida pessoal dos protagonistas. Jane tem pouco contato com a família, mas está lidando com os problemas do divórcio dos pais e do novo namorado da mãe. Já Maura está tentando seguir em frente depois de terminar seu relacionamento com Gabriel e se envolvendo com o órfão que ficou conhecido como Rato. Eu queria mais destaque sobre Rato e Maura, mas foi ótimo rever o rapaz.

Como todo livro da autora, eu teci algumas teorias e neste matei algumas das charadas. Como sempre o final é redondinho e Tess consegue unir todas as pontas, explicar todos os detalhes. Eu amei e quero logo outros livros da autora, as histórias são fantásticas e o leitor fica preso a trama até o final. Leiam!! Quem gosta de policial precisa ler esta série.

Série Rizzoli&Isles 
  1. O cirurgião (The surgeon)
  2. O dominador (The apprentice)
  3. O pecador (The sinner)
  4. Dublê de corpo (Body Double)
  5. Desaparecidas (Vanish)
  6. O Clube Mefisto (The Mephisto Club)
  7. Relíquias (The keepsake)
  8. Gélido (Ice cold)
  9. A garota silenciosa (The silent girl)
  10. A última vítima (Last to die)
  11. O predador (Die again).
Avaliação (1 a 5): 

Postar um comentário

Posts Recentes

  © Viagem Literária - Blogger Template by EMPORIUM DIGITAL

TOPO